Acesso Dna dos Motores - Aparem Acesso ao Dna dos Motorres - Aparem

Dropdown Menu com CSS e MySql

Recomendações Salarias 2014

RECOMENDAÇÕES SALARIAIS 2014

Prezados empresários,

A Federação dos Metalúrgicos apresentou novamente uma pauta de reivindicações com 163 clausulas, no comparativo com 2013, 6 clausulas foram alteradas, 1 incluída e 1 excluída.

Informamos que nossas empresas não deverão pagar de modo algum os 13% sobre a folha de pagamento para os representantes dos empregados! As empresas devem contribuir somente com o sindicato patronal que luta pelo setor, O SINDIMOTOR!

Este ano iremos novamente para Dissídio Coletivo. Brigaremos na Justiça do Trabalho para garantirmos uma convenção de acordo com a realidade das nossas empresas.

GANHAMOS TODAS AS SENTENÇAS DO DISSÍDIO QUANTO À TAXA NEGOCIAL E A JUSTIÇA NÃO OBRIGOU AS EMPRESAS A ESTE PAGAMENTO. ASSIM, NÃO PAGUE ESTA TAXA OU QUALQUER CONTRIBUIÇÃO AO SINDICATO DOS EMPREGADOS!

Como o processo judicial do dissídio é demorado, RECOMENDAMOS ÀS EMPRESAS QUE APLIQUEM OS SEGUINTES ÍNDICES ECONÔMICOS A TÍTULO DE ANTECIPAÇÃO SALARIAL, aprovados por nossa Comissão de Negociação:

Reajuste Salarial:
8% sobre os salários distribuídos da seguinte maneira:
6,34% sobre o salario de 31/10/2014 partir de 01/01/2015
1,56% sobre o salario reajustado a partir de 01/03/15

Ou seja, aplicando o reajuste

R$ 1013,38 + 6,34% = R$ 1078,00 em 01/01/15
R$ 1077,62 + 1,56% = R$ 1095,00 em 01/03/15

Abono Especial: 20% a ser pago em duas vezes: 10% em 06/12/2014 e 10% em 20/12/2014, sobre os salários de 31/10/2014.

*As empresas que optarem por reajustar os salários a partir 01/11/2014 deverão aplicar o valor de 8% e NÃO ESTÃO OBRIGADAS a pagar o ABONO ESPECIAL.

Piso Salarial: R$ 1.095,00 a partir de 01/01/2015 para empresas com até 100 empregados.

Quanto às cláusulas sociais, serão mantidas as do último dissídio de nossa categoria de 2011.

Observação: deve-se anotar na carteira de trabalho ou holerite a aplicação desses índices e valores A TÍTULO DE ANTECIPAÇÃO SALARIAL.

Continuamos a orientar as empresas a não fecharem acordos individuais e não concordarem com o pagamento da taxa negocial. Caso sofram qualquer tipo de pressão ou recebam contato do Sindicato dos Empregados, entre em contato imediato com o SINDIMOTOR, QUE É O SEU SINDICATO PATRONAL.

São Paulo, 11 de novembro de 2014.