Acesso Dna dos Motores - Aparem Acesso ao Dna dos Motorres - Aparem

Dropdown Menu com CSS e MySql

Técnico - Lançamentos
Sistema de Injeção Diesel - Anomalias

A manutenção e exame do sistema de injeção é trabalho para especialistas, pois essas peças são projetadas e construídas com tanta precisão e tolerâncias tão estreitas, que sua limpeza, exame e recondicionamento devem ser solicitados somente a oficinas especializadas que dispõem dos elementos e equipamentos específicos para realização das tarefas.

Devemos observar sempre que uma injeção defeituosa causa dificuldades no arranque, funcionamento irregular, excesso de fumaça, elevado consumo de combustível, e nos casos mais graves, um processo de detonação que resulta no engripamento e fusão da cabeça dos pistões.

A anomalia mais comum é o desgaste prematuro e a deformação dos anéis e dos cilindros, isto porque estas peças estão continuamente em atrito entre si, como também são diretamente afetadas pelo processo de combustão.

A dosagem excessiva de combustível diminui a capacidade de lubrificação do óleo e produz a chamada “lavagem de cilindros”.

As peças que mais sofrem esse impacto são os anéis da primeira canaleta, uma vez que quando a lubrificação é escassa, imediatamente aumenta seu atrito contra o cilindro.

Esta anomalia pode ser identificada facilmente ao observar-se que:

  • A superfície de atrito assume uma coloração cinza opaco.
  • Desaparece total ou parcialmente o revestimento de cromo ou molibidênio.
  • As faces laterais se desgastam em excesso.
  • Diminui notavelmente a espessura radial e a altura axial.
  • Os anéis se deformam e aumenta a luz entre as pontas.

Diante desta situação ocorre uma importante queda da tensão de fechamento e se perde por completo o contato entre o anel e o cilindro e a capacidade de vedação, o que gera um aumento considerável do consumo de óleo diesel.

É muito importante a realização de um controle dos componentes do sistema de injeção com a periodicidade recomendada pelo fabricante.

Quando se retifica o motor, o sistema de injeção, obrigatoriamente deve ser revisado por especialista para verificação ou recondicionamento de seus componentes.